fbpx

Nos últimos 10 anos startups foram responsáveis por grandes mudanças no cenário de diversos segmentos. Disrupturas aconteceram e hoje já não fazemos o que fazíamos antes da mesma forma. Trazer mais produtividade e escala para indústria da construção civil é o objetivo de muitas startups no Brasil. 

Iniciativas de grandes instituições comprovam que as startups, através do seu inovador modelo de negócio,  podem contribuir de forma disruptiva na entrega de soluções para resolução de problemas.

Com o crescimento do setor estacionado desde 2008, a construção civil enfrenta inúmeros desafios para passar por cima dessa estagnação. Entre os principais desafios, destacam-se:

 

  • Agilizar a compatibilização dos projetos;
  • Elaborar orçamentos mais precisos
  • Gerar os orçamentos em pouco tempo
  • Eliminar os ruídos na comunicação entre as áreas
  • Aumentar a eficiência da operação
  • Reduzir o impacto negativo no meio ambiente

Segundo um levantamento feito pela ConstruTech Ventures, hoje no Brasil são mais de 350 startups focadas em soluções para o setor imobiliário e construção civil.

É um número expressivo e com grande potencial de crescimento para os próximos anos. Somente em 2018, segundo dados da StartSe, o investimento em ConstruTechs no mundo ultrapassou a casa de 1,5 bilhão de dólares.

E já enxergamos diversas soluções no mercado que comprovam esse grande número em investimentos nas startups. BIM, Impressão 3D, Realidade Aumentada, Drones e Lean Construction são apenas alguns exemplos das soluções que oferecem melhorias na eficiência operacional para as empresas do setor.

Muito ainda precisa ser feito

“Está cada vez mais difícil encontrar mão de obra capacitada para a construção civil. O número de trabalhadores caiu 12,9% desde o pico no mercado em 2017. Esse número pode chegar a 25% segundo pesquisas do setor. Falta de treinamento e deficiência em usar tecnologias já existentes no setor estão entre as maiores causas desse aumento.’’
Fonte: https://eventos.startse.com.br/construtech/

 

Considerando este cenário, a inovação e o investimento em tecnologia se faz necessário. Somente desta forma, será possível a modernização e o crescimento dessa indústria que precisa tanto evoluir.

Uma nova era para a construção civil já é realidade. Os empresários deste ramo precisam considerar esse novo cenário e pensar de forma diferente. Somente com a mudança do mindset as empresas poderão evoluir e obter melhores resultados, aperfeiçoando de forma contínua a sua eficiência operacional.

Gabster ConstruTech

Com o propósito de conectar o design com a indústria para simplificar a produção de ambientes personalizados, a Gabster marca presença como expositora na ConstruTech Conference 2019, que acontece em São Paulo, dia 29 de março no Expo Center Norte.

Com grande relevância no mercado nacional, levando mais competitividade para fabricantes do mobiliário, agora a Gabster passa a atuar de forma mais ativa no mercado de construção e reforma. Atendendo a clientes com grande relevância neste mercado como Duratex, Deca, Portobello, a Gabster apresentará na ConstruTech Conference 2019 a solução implantada na empresa Brasil ao Cubo.

Sobre a Brasil ao Cubo

“Seu projeto entregue em até 60 Dias, sem canteiro de obras, sem atrasos e sem desperdício de materiais”

A Brasil ao Cubo trabalha no conceito de construção modular industrializada. Ao invés de tijolos e cimentos, são construídos módulos, dentro de um “parque fabril”. Como o ambiente da construção é fechado, a obra não precisa ser paralisada por causa de mau tempo, como chuvas, sol forte ou ventania. E dentro da fábrica os trabalhadores atuam em conjunto, mantendo a equipe reunida em um mesmo ambiente, o que facilita coordenar esse trabalho. Além de ser muito mais seguro para esses trabalhadores, pois não ficam nas alturas, no sol quente, etc.

Método Steel Frame

Dois métodos de construção podem ser utilizados, o Wood Frame e o Steel Frame. A Brasil ao Cubo, utilizada o método Steel Frame, ao invés de aplicar a madeira são utilizadas estruturas de perfil de aço galvanizado. O revestimento no método Steel Frame é feito por placas, podendo conter madeira, drywall, o que o cliente preferir. É o método construtivo mais confiável e mais utilizado nos Estados Unidos, no Japão e no Canadá.

A Brasil ao Cubo aplica um sistema construtivo personalizado, parametrizado por uma equipe de engenheiros na plataforma Gabster. Desta forma, qualquer projeto idealizado por um cliente, pode ser rapidamente constituído no Sketchup, as regras paramétricas são aplicadas e o orçamento é gerado em tempo real. O melhor é que a produção é escalada, com os métodos construtivos da Gabster a fim de escalar a produção, eliminando desperdícios e reduzindo consideravelmente o tempo de entrega.

Veja todas as soluções da Brasil ao Cubo em https://brasilaocubo.com/

Venha conhecer este case na Construtech Conference, acesse https://eventos.startse.com.br/construtech/

Descubra como a Gabster pode ajudar a sua empresa no desenvolvimento de soluções para aperfeiçoar a sua eficiência operacional e conexões com o mercado.

Sobre a Gabster

Através de uma plataforma que integra designers, arquitetos e especificadores à indústria em geral, a Gabster conecta o design com a manufatura para simplificar a produção de ambientes personalizados.

Tecnologia, inovação e processos, fazem da Gabster uma solução única, que através de resultados concretos possibilita o crescimento escalar de seus clientes.

Veja os conteúdos da Gabster em vídeo no Youtube.

MAIS CONTEÚDO PARA VOCÊ