Muito mais do que ensinar um simples passo a passo de como fazer um deck no SketchUp, o objetivo desse conteúdo é provocar a sua reflexão sobre dois aspectos muito importantes: a proposta de valor do seu negócio e a oferta que você entrega ao mercado. Seja você autônomo, dono de marcenaria ou proprietário de um escritório de arquitetura, é fundamental entender porque as pessoas decidem comprar e adquirir os seus produtos e serviços. Mas se você ainda não sabe, fique tranquilo! Este conteúdo ajudará você a encontrar as respostas.

A primeira pergunta a se fazer é: como o meu negócio está preparado para resolver os problemas de quem busca os produtos e serviços da minha empresa? Será que é pela quantidade de painéis e texturas que ofereço? Pelas diversas opções de puxadores que tenho na loja? E no caso de escritórios de arquitetura? Será que os clientes optam por você pelo nível de detalhamento do seu projeto? Ou talvez pelo número de revisões e acompanhamento em lojas?

Não temos medo de afirmar que nenhuma das questões acima podem ser decisivas na hora do cliente optar pelo seu produto ou serviço.

Lembre-se que todos os seus concorrentes podem trabalhar com a mesma matéria prima e insumos que você trabalha. Por isso, é preciso que a sua estratégia não dependa apenas dos produtos que você entrega, mas sim de uma oferta mais atraente e mais abrangente.

Mas o que são ofertas mais atraentes e mais abrangentes?

O primeiro passo para responder essa pergunta é descobrir qual é o produto certo para ser oferecido ao seu público. No conteúdo 3 passos de como descobrir o produto certo para os seus clientes, exemplificamos de forma detalhada como serviços adicionais, aspectos intangíveis e valor agregado que os seus clientes esperam do seu negócio, podem ser descobertos através de 3 passos:

Passo 1 – Entender os seus clientes
Passo 2 – Entender quais são os problemas dos seus clientes
Passo 3 – Mapear as alternativas existentes para ele

Você lembra que falamos na introdução que o objetivo deste conteúdo é provocar você na reflexão sobre a proposta de valor do seu negócio e a oferta que você entrega ao mercado? Após passar pelas reflexões que fizemos acima, agora é hora de imaginar o seguinte cenário:

”Após o seu cliente Bernardo visitar a sua marcenaria, chegou o momento de fazer a medição dos ambientes de sua casa. Ao chegar na bela casa de Bernardo, você logo percebe a satisfação dele e de sua família por receber amigos e familiares em sua residência. Contudo, a Bárbara, esposa de Bernardo, se queixa sobre falta de estrutura que a família dispõe para receber convidados, principalmente na área externa da casa. Logo após concluir as medições, e com a queixa de Bárbara nos seus pensamentos, você tem uma grande sacada! Sugere para o casal a construção de um lindo deck, eliminando o problema da falta de estrutura na área externa e possibilitando novas formas de reunir a família do casal”.

Você percebeu que além de resolver o problema de Bernardo e Bárbara, você elevou o nível de sua proposta de valor, entregando um mix de soluções completo?

E agora chegou a hora de colocar o SketchUp para trabalhar! Veja como fazer um deck do zero com o SketchUp:

Este tutorial é uma tradução do artigo Putting SketchUp to Work: Building a Deck, publicado no blog SketchUp. Clique aqui para ver o material na íntegra. Autor – Aaron Dietzen, produtor de conteúdo SketchUp.  

Então, finalmente consegui construir o deck que quero na parte de trás da minha casa. Com uma ideia geral do que eu queria construir, entrei no SketchUp para descobrir exatamente o que precisava fazer para tornar essa ideia uma realidade.

Meu objetivo com meu modelo SketchUp era satisfazer três requisitos:

1. Otimizar o uso de material para que eu tenha pouco ou nenhum desperdício
2. Chegar o mais próximo possível da contagem exata de material
3. Gerar planos que eu poderia enviar ao departamento de construção para licenciamento

Com isso em mente, comecei a modelar. Para começar,  joguei um formato básico de deck na parte de trás de um modelo existente que eu tinha de minha casa (vou me arriscar e dizer que acredito que a maioria dos usuários do SketchUp tem algum tipo de modelo de qualquer lugar eles vivem. Se não, esse provavelmente deve ser seu próximo projeto). Isso criou algumas dimensões muito básicas e uma localização aproximada do deck.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 1

Pelo modelo, parecia que funcionaria com cerca de 5 metros de largura e 3 metros de profundidade. Com isso em mente, comecei a pesquisar materiais. Primeiro, eu precisava saber a profundidade do material do meu deck.

Com a ajuda de uma calculadora de amplitude online, descobri que 2x8s devem funcionar bem para minhas vigas. O próximo passo foi ver o que eu realmente poderia colocar em minhas mãos, então eu pesquisei online para ver o que poderia ser entregue que fosse de pelo menos 2×8 pés e tratado à pressão (um requisito para moldura externa).

Consegui encontrar 2x8s em comprimentos de 10 ‘e 16’ na minha loja local! Se eu fizesse isso direito, poderia construir toda a estrutura do meu deck com pouco ou nenhum corte! Mas é melhor ter certeza. Hora de voltar ao SketchUp e modelar alguns componentes da viga!

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 2
Tudo bem! Embora isso tenha tornado meu deck um pouco mais longo em 10’4 1/2″ (10′ viga com ledger de 1 1/2″ e viga dupla de 1 1/2 “), eu poderia construir todo o projeto sem me preocupar em cortar qualquer 2x8s!

Agora, eu precisava conseguir algum apoio lá. Mais uma vez, graças aos gráficos de amplitude, eu sabia que precisaria de quatro postes para sustentar aquela viga. Então, em seguida comecei a modelá-los.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 3

Com isso, pude confirmar que poderia solicitar uma única viga de 6 x 6″ de largura e 10′ de comprimento para todos os quatro postes! Com essas informações, consegui descobrir onde os caixões precisam ser colocados! Com base nos requisitos de construção locais.

Eu sabia que os caixões precisariam ter 30″ de profundidade e estender 6″ acima do nível do solo. De quanto concreto eu precisaria? Como faço para calcular o volume de um cilindro? Não tenho ideia, mas com o SketchUp eu modelei um círculo de 10″, use ‘’Empurrar / Puxar’’ para torná-lo 36″ de comprimento, depois agrupá-lo e selecioná-lo para determinar a quantidade de concreto necessária!

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 4

Então, graças ao SketchUp, eu sabia que precisaria de quatro caixões de 1,62 pés cúbicos cada. Agora eu poderia pedir a quantidade certa de concreto! Por falar em encomenda de materiais, uma das despesas que sempre me surpreende num projeto como este é o hardware.

Decidi que não queria ir e voltar correndo para a loja enquanto trabalhava neste projeto – é melhor entender direito desde o início! Eu me propus a modelar não apenas os ganchos, parafusos e parafusos de que eu precisaria, mas também modelaria – e contaria – todos os pregos e parafusos!

Os cabides foram fáceis, pois consegui encontrar modelos para os cabides das vigas e as bases das colunas no Armazém 3D.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 5

Em seguida, adicionei componentes de parafuso. Tudo que eu precisava era adicionar um hexágono extrudado para que eu pudesse descobrir a localização e contar os componentes (não há necessidade de adicionar um monte de detalhes e, em seguida, enterrá-lo em outro componente). Fiz o mesmo para as porcas e parafusos que conectam a viga aos postes.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 6

Isso estava indo muito bem! Neste ponto, eu poderia obter uma contagem exata de parafusos, porcas, arruelas, ganchos de vigas e bases de postes apenas selecionando-os e observando as informações da entidade ou executando um rápido ‘’Gerar Relatório’’.

Essa rápida adição de modelagem teve outra vantagem! Enquanto girava em torno do modelo, percebi que as porcas e os parafusos dos postes estavam interferindo nas vigas – travamento da sorte.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 7
Felizmente, a essa altura eu não tinha colocado um cabide, nem pedido materiais, nem mesmo pedido minha licença de construção! A solução era bastante simples, porém, eu poderia mover as colunas alguns centímetros ou mover as vigas.

No final, acabei movendo as vigas. Ao mover todo o array 8″, eu tive que adicionar outra viga, mas parecia melhor do que ter postes com espaçamento estranho. Afinal, você vê os postes, mas não as vigas.

Para finalizar minha lista de ferragens, fiz um componente rápido que consistia em quatro pregos de 1,5″ e dois pregos de 3″ e coloquei um na extremidade de cada viga. Isso me daria o número de pregos necessários para conectar as vigas aos cabides.

A etapa final do deck foi adicionar o deck real. Inicialmente, planejei encomendar decks de 8′ e escalonar cortes nas vigas. No final, porém, meu projeto para cortar o mínimo possível superou o objetivo geral de pedir os materiais mais baratos e acabei colocando tábuas de deck compostas de 16 pés em toda a peça. Nenhum corte necessário!

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 8
Isso realmente estava acontecendo! Adicionei mais dois componentes ao modelo antes de terminar: um era um conjunto de pregos na parte inferior dos postes para conectá-lo à base e outro que me permitia contar os clipes para prender o deck nas vigas!

Um rápido ‘’Gerar Relatório’’ neste ponto me deu uma lista completa de materiais, até o prego, que eu precisaria para construir meu deck!

Até agora, eu havia atendido a dois requisitos:

1. Otimizar o uso de material para que eu tenha pouco ou nenhum desperdício
2. Chegar o mais próximo possível da contagem exata de material

Agora, eu só tinha que derrubar a contagem final de material e gerar planos para enviar para a cidade – nada difícil. Eu sabia que queria uma vista aérea do enquadramento com as dimensões, uma vista lateral de um caixão mostrando a profundidade acima e abaixo do nível, uma imagem detalhando as conexões e os ganchos das vigas, além de outra vista superior com o convés.

Para obter essas vistas, criei uma cena para cada uma e, quando necessário, adicionei um plano de seção para remover a geometria que estava no caminho.

Como fazer um deck no SketchUp - Passo 9

Com essas cenas criadas, entrei no LayOut e coloquei cada uma em sua própria página. Faltava apenas adicionar algum texto e algumas dimensões, e eu tinha um conjunto de plantas simples, mas informativo, pronto para ser enviado à cidade. Tudo que eu precisava fazer agora era exportar o modelo para um PDF e enviá-los por e-mail!

Acima de tudo, este foi um grande projeto de design e acabou por ser uma construção simples. Eu poderia ter desenhado à mão alguns planos e calculado os materiais que achei que precisaria? Provavelmente. Eu sei, entretanto, que se tivesse feito isso, teria faltado madeira e conectores, e provavelmente teria muito concreto e decks.

Algumas horas no SketchUp provavelmente me economizaram algumas centenas de dólares em material e mais de uma dor de cabeça de instalação! Veja o resultado:

Deck finalizado com sucesso!

Sobre a Gabster

Através de uma plataforma que integra designers, arquitetos e especificadores à indústria em geral, a Gabster conecta o design com a manufatura para simplificar a produção de ambientes personalizados. Tecnologia, inovação e processos, fazem da Gabster uma solução única, que através de resultados concretos possibilita o crescimento escalar de seus clientes. Veja os conteúdos da Gabster em vídeo no Youtube.

MAIS CONTEÚDO PARA VOCÊ